Tecnologia

Parque Tecnológico Aeroespacial será criado na Bahia

O Governo Federal, por meio do Ministério da Defesa (MD) e do Comando da Aeronáutica (COMAER), juntamente com o Estado da Bahia e o Centro Integrado de Manufatura e Tecnologia do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Cimatec) formalizaram, nesta quinta-feira (18/01), a criação do Parque Tecnológico Aeroespacial da Bahia, a fim de promover o desenvolvimento nacional da indústria aeroespacial.

Além do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, também participaram do evento o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno; o Ministro da Defesa, José Mucio Monteiro Filho; o Ministro-Chefe da Casa Civil, Rui Costa dos Santos; a Ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Barbosa de Oliveira Santos; o Ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho; o Governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues Souza; o Presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), Carlos Henrique Passos; o Diretor-Geral do Senai Cimatec, Leone Andrade; além de demais autoridades civis e militares.

Clique aqui para baixar a imagem originalO Parque Tecnológico Aeroespacial da Bahia ficará sediado na Base Aérea de Salvador (BASV) e será um ambiente dedicado ao fomento do ensino, à realização de pesquisas avançadas e à promoção da inovação no campo aeroespacial.

O projeto tem como objetivo o avanço de soluções em ciência, educação, tecnologia e inovação para os quatro principais desafios do setor: aeronáutica, espaço, defesa e mobilidade aérea autônoma. Estes serão a base para realizar direcionamento estratégico, busca de recursos para desenvolvimento de projetos e geração de impacto para as empresas e a sociedade.

Clique aqui para baixar a imagem originalA implantação do Parque viabilizará atendimentos à indústria nacional e a previsão é que no primeiro semestre de 2025 já seja possível ter operações no local.

O Ministro da Defesa José Mucio ressaltou a importância da criação do campus para o desenvolvimento do país. “É um grande passo para diminuir as desigualdades sociais no Brasil, em especial na região nordeste. E, mais uma vez, com a participação fundamental das Forças Armadas”, destacou a autoridade.

“Damos hoje um importante passo rumo à inovação tecnológica, anunciando, aqui, no Estado da Bahia, uma nova era de progresso para a região nordeste. A assinatura do acordo de hoje oportuniza promissores e transformadores horizontes para o povo baiano”, afirmou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Damasceno.

O Parque Tecnológico Aeroespacial da Bahia terá cerca de 800 mil metros quadrados e mais de 100 mil metros quadrados de construções. O local contará com diversos prédios de engenharia, além de pista para pouso e decolagem de aviões.

O Senai Cimatec, Instituição gestora do novo Centro, é um dos mais avançados centros de tecnologia e inovação do Brasil, referência em atividades de pesquisa e soluções para a indústria. A entidade integra uma Escola Técnica, um Centro Universitário e um Centro Tecnológico, que atuam em conjunto. Fundada em 2002, além da sede em Salvador, o órgão opera o Complexo Industrial Cimatec Park, em Camaçari (BA), e os recém-lançados campi Cimatec Sertão e Cimatec Mar.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo